17 de novembro de 2010

Crítica - Megamente (Megamind) | Filmes

Sinopse:
Tudo o que vilão Megamente (Will Ferrell) mais queria era eliminar seu adversário Metro Man (Brad Pitt/Thiago Lacerda) e assim dominar a cidade de Metro City. Só que para isso era necessário um plano ainda mais diabólico do que todos já tentados anteriormente. Um dia, com a ajuda de Criado (David Cross) e após sequestrar a repórter Rosane Rocha (Tina Fey), o malvado consegue o inimaginável, para ele e para todos: dar um sumiço no herói. A única coisa que ele não contava era que sua vida se tornaria tão chata a ponto de ele inventar um herói para combater.


Direção de Tom McGrath.

Crítica (Janeiro/2011): Ótima animação, que conta com uma trilha S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L (rock do começo ao fim). Busca fugir de uma história tradicional de super heróis, criando um anti-herói bastante cativante. Passa por todos os clichês de filmes com heróis, mas tira sarro de tudo e isso o deixa ainda mais original. Super divertido, tanto para crianças, quanto para adultos, pois possui diversas referências externas ao filme. Recomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...