16 de março de 2014

Crítica - House of Cards (2ª temporada) | Seriado

Acabei de ver a 2ª temporada de House of Cards, e estou ainda mais impressionado com a qualidade da série.

Trailer - 2ª temporada

Crítica (Março/2014): Acabei de ver a 2ª temporada e estou ainda mais impressionado com a qualidade da série. Achei ainda melhor que a 1ª temporada, e os meus destaques são: (1) as atuações. Não vejo nenhum ator destoando do restante do elenco, estão todos muito bem na trama. (2) O roteiro está ainda melhor. Ainda com diálogos longos e complexos, mas ao mesmo tempo interessantes e úteis para a trama. (3) Os diálogos impagáveis de Frank Underwood com a "câmera". Quebrando a chamada quarta parede e nos aproximando do personagem principal, a ponto de nos tornarmos cúmplices de seus atos. E por fim (4) a impressionante facilidade com que fazem planos simétricos. Desde a primeira temporada isso chama muita atenção, tamanho zelo no alinhamento de cada detalhe. Lendo mais a respeito, descobri que isso é dedo do diretor David Fincher, que proibiu steadicam, lentes zoom e câmera na mão na série. Para ele, tudo deveria ser muito composto para comunicar um senso de poder e espaço. Um bom exemplo são as últimas cenas, do último episódio. Isso é incrível e me faz lembrar muito o mestre Kubrick, que sempre utilizou esses planos simétricos e cheios de profundidade em seus filmes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...